Interpretando sonhos com amor

Outubro é um mês que gosto muito, por nele conter duas datas celebrativas e cheias de significado para mim, 12 de outubro - Dia das Crianças e 15 de outubro  - Dia do Professor. Aprecio pensar na infância, no ser criança, na simplicidade e ao mesmo tempo na grandiosidade da existência de uma criança. Gosto de ter presente que o desenvolvimento de um ser humano começa, bem cedinho, bem ali, nos primeiros anos de vida. Desenvolvimento esse que se estende ao longo da trajetória e que se oportuniza por toda a vida. 

E como anda a sua criança interior? Tem nutrido, cuidado, brincado com ela? O ato de brincar tão esquecido por nós, adultos, nos permite trazer mais leveza e alegria na correria do dia-a-dia. Brincar é um estado natural da infância e porque não pode ser ainda na idade adulta? Pense nisso!!

E o professor, esse ilustre profissional que contribui tanto nesse brincar e desenvolver. O papel desses mestres da educação é essencial, por isso meu apreço e reverência a todos os professores que contribuem de um modo único a nossa sociedade. Sempre digo que tenho uma alma educadora e nesse 15 de outubro, chegou as minhas mãos uma expressão de Rubem Alves, em forma de presente:..." os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor: intérpretes de sonhos."

Os sonhos, o amor e a educação são uma bela tríade para a construção de um futuro melhor e mais humano.


Compartilhar

Contato


Deixe sua mensagem